Page 7 - Revista Metropolis nº69
P. 7

20 MAIO                            22 MAIO                            24 MAIO
           FESTIVAL SUJO                      A IRRITAÇÃO DE TARANTINO           KECHICHE E O CINEMA-LIVRE

           O ‘glamour’ esconde uma realidade   «Era Uma Vez em Hollywood» marcou   O Festival de Cannes não seria o
           mais suja: desperdício de alimentos,   o regresso do cineasta ao Festival de   mesmo sem um cheiro de escândalo.
           combustível e papel. As associações   Cannes, 25 anos após a conquista da   A plateia foi divida no penúltimo
           ambientais exigiram “progressos    Palma de Ouro com «Pulp Fiction».   dia quando o realizador Abellatif
           para tornar o festival mais amigo do   Mas não foi totalmente pacifico o   Kechiche apresentou «Mektoub
           ambiente". O assunto foi exposto   seu reencontro com a imprensa.     Meu Amor: Intermezzo»: é um filme
           pelo ativista e realizador pró-    Uma repórter do The New York       radical e cru com duração de 3h28,
           ambiente Cyril Dion, acompanhado   Times perguntou-lhe pelo facto da   durante o qual ele fixa a câmara no
           da Associação de Defesa do Meio    atriz Margot Robbie, que interpreta   corpo de mulheres jovens dançando
           Ambiente e da Natureza (ADEN)      Sharon Tate, ter menos diálogos do   lascivamente numa discoteca. A
           que fez o diagnóstico: “durante o   que as personagens masculinas.    controvérsia foi acentuada por uma
           festival, a população triplica, os   Tarantino respondeu: “eu rejeito essa   cena muito discutida de sexo oral
           profissionais e artistas viajam de   hipótese”. Num outro momento,    com a duração de 13 minutos. "O mais
           avião até ao aeroporto de Nice, os   Tarantino foi questionado se durante   importante para mim foi celebrar
           grandes iates ligam diariamente os   a preparação do filme falou com   a vida, o amor, o desejo, o pão, a
           motores para obter eletricidade, a   Roman Polanski que estava casado   música, o corpo e experimentar
           passadeira vermelha é trocada três a   com Sharon Tate quando a atriz foi   a experiência cinematográfica
           quatro vezes por dia, e os panfletos   assassinada, em 1969. A resposta seca   mais livre possível", justificou o
           distribuídos aos festivaleiros são   foi um “não”. Depois disso admitiu   cineasta durante o encontro com os
           inumeráveis.” Em 2015 (último ano   ser “um fã do trabalho de Roman   jornalistas.
           com dados conhecido), o festival   Polanski, particularmente de «A
           gerou 1.900 toneladas adicionais de   Semente do Diabo».”
           resíduos, segundo a associação.




















































                                                                                               METROPOLIS JULHO 2019     7
   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12